quinta-feira, novembro 29

Diz-me onde comes e dir-te-ei quem és

Eis o tipo de pessoas que encontro quando vou almoçar:

1) à tasca (e como bifes e batatas fritas por 3,90€)

  • policias,  em geral novos, barbudos e inchados
  • homens das obras que so ficam para o café para não sujar as cadeiras
  • estudantes freaks das escolas técnicas das redondezas
  • trabalhadores que levam consigo a fita pendurada ao pescoço com o crachá de identificação e que assim nos deixam saber que o nome deles é Manuel ou João
  • e muitas mulheres casadas que gostam de pintar o cabelo de cor caju

2) à lanchonete (e como sopa e o pão do dia por 3,25€)

  • mulheres, muitas mulheres que comem saladas, muita saladas ( e depois uma fatia de cheesecake)
  • um ou outro executivo, em geral velho ou estrangeiro
  • alguns homens com ar de boiola
3) ao vegetariano (e como tofus e seitans e cenas assim por 3,50€ e ainda me deixam beber todo o chá que conseguir aguentar):
  • modelos
  • alunos da escola de belas artes, todos estilosos e giros
  • mais modelos
  • velhinhas que vão para a aula de tai chi
  • outra vez modelos ou então actores
  • e um bom punhado de gente maluca
Enfim, sempre que possível, gosto de variar. Excepto no preço. Os meus preferidos são sempre abaixo dos 4€. 

quarta-feira, novembro 28

Este blog cheirava a mofo

Por isso, e para já, comecei por lhe dar uma nova cara (que a outra já me fartava)!